quarta-feira, 29 de outubro de 2008

uma estranha no ninho

ontem foi,definitivamente,um meus piores dias.ever.
eu tava super triste por perder o processo de montagem da peça "mahagonny",do brecht,porque fiquei duas semanas fora (como já disse,por problemas de saúde).eis que chego ontem e vejo que a peça estava praticamente pronta,com pessoas super alegres,egos à flor da pele (e também surpresas boníssimas com quem normalmente tem o ego à flor da pele e me ajudou bastante ontem).
eu tive RAIVA daquela felicidade.raiva.
eu,na sala,sentia como se eu fosse uma aluna extra,como se eu tivesse perdido a intimidade com a minha turma (minha turma há três anos),me sentia muito "useless".mesmo.
e sabe aquela famigerada sensação de que "a gente nunca mais vai ser feliz"?então.exato.sentia/SINTO que,nesse semestre,eu não consigo,não,satisfação (como diriam os rolling stones).
horrível.eu segurei o choro o tempo inteiro.vi a galera fazendo a peça e me deu um super aperto no peito,como quando eu fiquei sem apresentar duas peças que eu adoro que a gente fez porque tinha deslocado o ombro.a peça tá legal,divertida.mas não sei...às vezes me parece que tá muito estética.
de qualquer forma (forma!às vezes eu acho que isso predomina na peça),o pior é que eu nem pude chegar direito (às vezes é uma questão de tempo pra acostumar)porque tive que voltar pra minha cidade pra fazer exame...achei que tava boa,mas ao que parece ainda não.a recuperação é longa.
acreditem:ninguém iria querer essas férias forçadas.

3 comentários:

Camila :) disse...

acreditem:ninguém iria querer essas férias forçadas.
eitaa auhhau
q diaa hein X.x hehee

bejoo

Eric Goldrim: disse...

Essa sensação realmente mata qualquer um...Às vezes eu me sinto totalmente fora do ninho.

Vamos gritar que tudo passa...

Bjos,

Eric.

Sandrinha disse...

Férias não podem ser forçadas.

E não desista. Mas também não deixe que este seu sentimento (frustração?) faça com que você mude a visão real das coisas.

Raiva da felicidade alheia não é bom, mas... quem foi que disse que você tem que ficar alegre?

Só se cuida, certo?

Beijos e um bom fim de semana.