sábado, 13 de dezembro de 2008

oito calorias e meia

assisti ao "fellini oito e meio"de novo recentemente e marquei uma frase pra vida:"se vocês olhassem o embrulho do bombom em vez de jogar fora,muitas ilusões seriam evitadas".
e é mesmo;haja visto que bastante gente fala que eu fico muito na defensiva em relacionamentos,que não consigo receber elogios,que eu sou "exigente".eu sou bem intensa e me jogo mesmo.com isso,sempre tomo no cu;logo,a melhor solução pra isso foi virar atéia em relacionamentos e ver a vida sem ilusão.bem brechtianamente.
de qualquer forma,agora finalmente estou de férias...claro que,no que tange à arte,você nunca está de férias,mas enfim...me deixe comer o bombom sem olhar o embrulho pelo menos por agora.e mais tarde também...a vida é doce,mas engorda.

5 comentários:

Mariana disse...

Parceeeeeeira pra vida toda!!!

Fundemos o clube "das que não sabem receber elogios e tomam no cu em relacionamentos!"

Se bem que, como já disse eu tenho medo. Demoro a me jogar (e, quando faço, tomo no cu! uahauhauhauha)

E...me senti citada no tópido "despeitada"(sim não entrava aqui há muuuuuuito tempo) Juro que nunca mais reclamo dos meu peitos pra você, assim você não me bate!
=D

E, sabe de mais uma coisa? Faz menos de uma semana, mas você faz falta.

Mesmo!


E chega dessa bixisse.

PAU NO SEU CU!


Só pra desbaratinar.

Sandrinha disse...

Você tava falando de mim ou de você? kkkkk

Meu, eu só tomo em relacionamentos, também, seja de qual tipo for. Me disseram que eu vivo brigando com o mundo, que eu tô sempre armada até os dentes.

Mas pratiquei o desapego, estes tempos.

E quanto a ilusões... ainda tem tempo para as minhas férias, então, bora pra vida real!

Saudades!

Beijão e se cuida!

Sandrinha disse...

Eu sempre volto, Laurinha... e tipo... vc tem MSN? rs

Beijão e boa semana!

P.S.: O blog e eu estávamos em crise! rs

rayuela disse...

Engraçado essa frase. Porque... pensa no papel cor-de-rosa-cintilante do sonho de valsa, por exemplo.

Quer coisa mais ilusória do que embrulho de bombom?

Só perde a mágica se você decide ler as letrinhas pequenas. E é por isso que elas são pequenas...

Thaís Nóbrega disse...

concordo em gênero, número e grau!

haha