quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

igual,diferente,igual

eu ouvi esses dias a voz de uma pessoa quer era super parecida com uma outra pessoa que eu conhecia...na verdade,depois eu percebi que era idêntica.bizarro!.
num outro dia,eu de fato vi uma pessoa que era igual a uma outra pessoa que eu conheço...com a mesma voz.bizarro e meio!.
aquela coisa "igual mas diferente",sabe?é bem intrigante...tava vendo a minha professora da oitava série que se parece fisicamente com a minha professora na faculdade;no entanto,são bastante diferentes.por quê?o que nos diferencia?a voz?o físico?eu me confundi muito vendo as pessoas iguais,semelhantes...parece que as pessoas têm seu próprio simulacro ou coisa que o valha;algo como o seu próprio duplo,a sua marionete...mas é claro que não tem como saber quem é o manequim de quem porque nenhum desses parecidos se conhece...isto não é estranho?
quem sabe a gente não tenha um outro "eu"escondido por aí..mas não essas metáforas baratas que falam que a gente tem que "lidar com o outro eu"-o eu interior-e sim um outro eu real (se bem que esse post tá parecendo surreal,mas enfim...).quem sabe a gente não tenha que se confrontar com esse eu e apenas um sairá vivo?será?mas se a gente matar o nosso outro eu a gente vai se matar também?nossa,que tensão!só me resta torcer pra eu não encontrar nenhum vestígio de mim nas outras pessoas..se eu ouvir uma voz igual a minha,já vou ficar esperta,porque vai saber se só uma laura pode ficar...

8 comentários:

Mariana disse...

Se só uma Laura puder ficar, me avisa!!!

Mesmo sem conhecer eu escolho a "outra"...A usurpadora, manja???? huahuahauhauha


Mas eu tb tenhu uma prof do prézinho que parece a dona do buffet em que eu trabalho hoje...

Letícia disse...

mano, tem uma música que fala "eu sou diferente igual a todo mundo". lembrei dela agora, hehe! esse lance de deixar nossos vestígios nos outros é impossível de num acontecer. a gente sempre deixa! assim como temos vestígios deles também. mas, Laurinha... esse post tá bem surreal... mesmo!

subby disse...

falando nisso... na época em que eu fazia natação.. eu participava de campeonatos.. em um deles.. meu pai foi.. e ficou tirando fts minhas a cada movimento q eu fazia.. dps q as fts foram reveladas.. uma delas era de uma menina q não era eu.. mas era simplesmente idêntica a mim fisicamente.. tanto q meu pai tirou uma ft dela.. pensando q ela fosse eu! olha q engraçado!

e ateh hj tenho a ft aki.. e sempre q vejo fico impressionada por perceber o qnt a gente se parece.. "gêmulas". hueheuehe


um beijo!

Parabólica disse...

"Seja você mesma, mas não seja sempre a mesma!"

A gente tem coisas semelhantes que existem em outras pessoas também. Você citou a voz. Eu ja conheci pessoas com sorrisos muito parecidos, com risos quase iguais. Conheci até um amigo que tem o mesmo jeito de virar a cabeça de outro conhecido. Isso é intrigante... mas até que faz sentido. Se algumas características não se repetissem, não teria tantas variedades pra tanta gente no mundo ;D

Dianety disse...

Nossa, isso acontece comigo demais.. Os meus amigos atuais são muito parecidos com os meus antigos, algumas manias, opiniões, jeito de falar.. Nossa, um tanto de coisa.. Me falaram que é porque eu inconscientemente procurei pessoas com esse perfil ¬¬, mas eu não acredito em algo tão frio e calculista assim! haha

Nossa, que comentário grande ._.

Feliz 2008! =D

Beijo =*

Sandra, a Caótica disse...

Devem ser os "eus" que ficam por trás do espelho. O seu reflexo é você, o meu reflexo sou eu.

As vezes eu acho que é pela falta dos óculos que vejo pessoas idênticas, mas mesmo com eles, me surpreendo.

Agora, se só se pode ficar um, eu não sei. E se houver mais de dois?

Feliz 2008!

yara b . disse...

paola braccho...

huahauhauha

Lara Marques disse...

vc assistiu ao filme "o confronto"?

eu vivo vendo pessoas iguais às outras que eu conheço. poderia relacionar qualquer um com qualquer outro.

vivo numa cidade, família em outra, visito mais duas num ano... a confusão se faz, engraçada e assutadora..

bacana o blog, parabéns.